Aproveite a gordura natural da carne

Sempre que possível, as carnes devem ser assadas com a própria gordura. Isto torna-a impermeável e protege-a contra o calor intenso na churrasqueira, evitando que o calor carbonize as proteínas da carne. Se a gordura for retirada antes do preparo, a carne terminará ressecando. A maioria das carnes para churrasco vem com a sua gordura própria, como no caso da picanha, cupim e costela. Comece assar a picanha com a gordura voltada para cima, deixando que a parte de baixo e forme uma crosta crocante. Vire o lado com gordura para baixo somente no final, para que ela acabe de derreter.


Fonte: SIC - Serviço de Informação da Carne


http://www.sic.org.br

Líder no segmento de
churrasqueiras rotativas,
grelhas e acessórios para churrasco.

Confira